sexta-feira, 19 de junho de 2009

A (Ir)relevância da Marcha para Jesus!

Joinville terá sua primeira* Marcha para Jesus. O evento está sendo promovido pelo conselho de pastores da cidade. O tema da marcha é sobre a família e segundo um dos envolvidos: dia 04/07 o povo de Deus vai marchar pelas ruas da cidade para abençoar as famílias [...] a atmosfera de Joinville irá mudar!

Não sou contra a marcha, só começo a me perguntar pela relevância dela! Creio que unir as igrejas é o ponto alto da manifestação. É empolgante ver a Igreja do Senhor unida num único propósito. Mas receio que o propósito esteja equivocado. Será que sair pelas ruas é a melhor maneira de abençoar as famílias da cidade? Tenho minhas dúvidas, pois não creio que “eventos” mudem duras realidades. Tenho minhas dúvidas se uma marcha tira um pai afogado no álcool e o torna sóbrio para a sua família. Disseram que na marcha terá intercessão pelas famílias, isso é bom, pois creio que Aquele que ouve nossas orações é poderoso para livrar o ser humano do vício, etc. Porém, oração sem ação é inútil e me parece, com base naquilo que tenho ouvido, que só ficará na oração, no evento, no espetáculo.

Será que nossos irmãos e irmãs estão conscientes do sentido da marcha ou só querem aproveitar os shows que a embalam? Bem, vamos ver quantas pessoas estarão marchando e quantas estarão na Arena Joinville na apresentação do David Q., Mauríci Paes e FdH. Espero estar errado!

As igrejas devem se unir e testemunhar de Cristo, mas com ações concretas na sociedade de Joinville. Deveríamos marchar testemunhando de Cristo e protestando contra o aumento da passagem de ônibus, aumento da água, injustiça social, etc. Deveríamos nos unir e fazer campanhas solidárias que promovessem dignidade humana. Deveríamos nos unir para sermos relevantes e fazermos a diferença, mas não no discurso, mas na prática!

Finalizo deixando bem claro que respeito os organizadores, os que acharam a idéia uma bênção, os que apóiam porque são obrigados por algum motivo, enfim, todos que estarão lá marchando. Só quero gerar uma reflexão e dar minha opinião, nada mais!
---
* errata: Segundo o "ocioso" JB, Joinville há dez anos atrás teve uma marcha para Jesus.

19 comentários:

Adelita Olbrisch disse...

quando alguém me pergunta se vou nessa marcha, eu me pergunto: pq deveria ir ?
lembro que quando eu tinha 15 anos fui em uma semelhante! E na verdade, fora a "emoçao" de ir, nada de "útil" agregou a minha vida cristã.
atitudes dessa maneira não deve se um "evento", "espetáculo".. deve ser diário. Cuidar das pessoas deve um ato comum para os cristãos.
na minha opinião, posso estar equivocada, será um desfile (muito semelhante a marcha gay), que não agregará para aqueles que realmente precisam alguma coisa.
Deve-se ir em busca daqueles que precisam pq raramente eles vêm até nós.
o que estamos fazendo hoje para ajudar alguém? o que estamos fazendo?
se cada um de nós fizer o bem ao próximo da forma de Cristo deseja que a igreja faça, a marcha se tornará irrelevante.

Rodrigo de Aquino disse...

Olá Adelita,

comungo com a sua opinião, foi isso que também quis expressar no txt! e lembraste bem, e digo mais, fazer a marcha logo após a parada gay, pode dar aquela impressão: os evangélicos estão imitando os gays! Acredito que a comparação será inevitável.

paz

[jb] jotabê disse...

A organização da marcha é desproposital, quase sem sentido. É uma tentativa de compensar as ausências e falhas da igreja em diversas áreas: social, política, cultural, familiar. Se a igreja incorporasse de fato o sentido etimológico de "um grupo chamado para fora", certamente não haveria necessidades de marchas e coisas do tipo. Não haveria necessidade de marchar para dizer "olha só, nós existimos, estamos aqui e queremos respeito".
Os resultados da Marcha é puramente eventual: será bonito, será legal, agitado, abençoado, interessante, mas e depois? Continuaremos a viver o dia-a-dia negligenciando certas obrigações com a sociedade e com a família. É um tipo de evento que acaba maquiando nossa relevância, praticamente um auto-engano. Concordo com teu texto, e sendo a Marcha feita depois da parada gay, fica muito mau, o evento evangélico vai soar como uma resposta, um revide à manifestação dos homossexuais.
Eu sou uma daquelas pessoas que vão só pra ver as bandas. As ladainhas e palavras de ordem da marcha não me interessam. Minha marcha para (e com) Jesus acontece todos os. Às vezes, tropeço, mas sigo em frente.

Abraço meu caro.
E uma correção: Já teve uma Marcha Para Jesus em Joinville (há uns dez anos atrás), com a animação da banda do Giba & Tânia. A saída foi da Estação Ferroviária até a praça Nereu Ramos. Eu participei, e marchei todo faceiro kkkkkkk!

Vitor Hugo da Silva - Joinville, SC disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Vitor Hugo da Silva - Joinville, SC disse...

Estamos parecendo Davi quando fez o senso de seu exército.

Pior ainda! Estamos tentando comparar o nosso "contingente evangelical" contra o "contigente" homosexual. De fato, não estamos anunciando a Cristo em um evento deste, estamos apenas querendo dizer: "Olha! Os gays são minorias, e nós maioria. Já que eles fazem passeata, nós também fazemos, e veja quanto nós somos".

A mais maleza de todas as atitudes é o "incrível" grito de guerra destas marchas para Jesus: "Joinville é do Senhor Jesus!".

Enfim, é lamentável e frustante. Uma passeata para mostrar bandas tocando e cristãos dançando ao som deles, tentando medir forças conra um outro grupo. Que Evangelho mais secularizado é este?

Vitor Hugo

Obs: Apaguei o comentário anterior por motivos ortográficos.

Sapão - André Luís Oliveira disse...

Manos,

creio que apesar de tudo que foi citado nos comentários (atos proféticos, valorização da emoção, etc), acho importante os cristãos mostrarem a sua cara, independente de isto ocorrer logo após a Parada Gay.
É um evento que promove unidade na Igreja de Cristo (algo que vem faltando há anos na igreja evangelical) e reforça a nossa fé pela manifestação da mesma. Além disso, haverá shows cristãos gratuitos, algo que também é raro.

Vamos olhar os dois lados da moeda, será que a marcha para Jesus será inútil para aquele amigo que foi convidado por um cristão maduro e conheceu a Palavra? Isso não é o cumprimento do Ide?

Rodrigo de Aquino disse...

Olá JB, valeu a correção, nem lembrava mais desse evento, foi no ano em que Cristo me aceitou.

Olá Vitor, como já disse, creio também que a data do evento foi infeliz.

Olá André, obrigado pela visita, creio ser a primeira vez que comentas aqui, volte sempre! Vc escreveu:
"será que a marcha para Jesus será inútil para aquele amigo que foi convidado por um cristão maduro e conheceu a Palavra? Isso não é o cumprimento do Ide?"

Tento responder as tuas perguntas: não! que tipo de palavra esse amigo vai conhecer? o evangelho do oba oba? e cumprir o ide está muito longe duma marcha...na minha opinião.

e como disse no txt, creio que a união é algo importante que a marcha está trazendo, mas o propósito é equivocado.

abraços a todos...

Cleber disse...

"Porém, oração sem ação é inútil e me parece, com base naquilo que tenho ouvido, que só ficará na oração, no evento, no espetáculo."

Creio muito na necessidade de agirmos.
Mas discordo que orar sem agir seja inútil.
Deus faz muito qdo oramos.

Concordo que há muitas ações eficazes que a igreja pode tomar, mas temos que começar por algum lugar.
Mesmo vc achando a marcha tão irrelevante, observe a dificuldade espiritual que há em unir a igreja de Jlle pra isso.
A hora que dermos o primeiro passo, outros podem vir.

Pr Cleber.
http://confraria-pentecostal.blogspot.com/

Rodrigo de Aquino disse...

Olá Pr. Cleber, obrigado pela visita.

"Mas discordo que orar sem agir seja inútil. Deus faz muito qdo oramos."
Penso da mesma forma, o que disse no texto está no contexto da marcha, onde só acontecerá a oração, se acontecer, somente naquele momento e o pastor sabe que assuntos de família não se resolvem somente com uma oração. Quero deixar claro que não estou depreciando a oração, longe disso, quero falar de uma oração que me lance para o próximo em amor e ação!

"Mesmo vc achando a marcha tão irrelevante, observe a dificuldade espiritual que há em unir a igreja de Jlle pra isso."

Não acho a marcha irrelevante, mas o propósito dela. em relação a união das igrejas já comentei isso no texto e em comentários acima.

Paz

André Felipe Lux Barboza disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
AmoreCruz disse...

Acredito que é válido e muito importante todos que se dizem serem "cristão" manifestarem de alguma forma.A marcha para Jesus é um evento na cidade e acontece em vários lugares pelo mundo, e como eu disse é sempre válido manifestações com sabedoria em pró do Reino de Deus,para ganharmos vidas para Cristo.
Mas, o que eu quero deixar aqui é que muitos que criticam a favor da marcha, dizendo que poderia se fazer outra coisa ou porque vai ter uma manifestação na cidade em que os "evangélicos" condenam e por outros tantos motivos. Quero dizer que esses mesmos que criticam são os mesmos que não fazem nada em benefício para ganhar vidas. Criticam, se opõem (pelo menos aparenta) a tudo que venha ser de "bom proveito" para o Reino de Deus.Irmão vamos nos unir, não dividir. Pois o que parece ser uma "reflexão" parece uma oposição ao que se pode estar em união.Que Deus faça em nossas mentes, a mente de Cristo.

Rodrigo de Aquino disse...

Olá André, obrigado pela visita. Na marcha, creio que haverá orações, o que temos que nos perguntar é se essas orações nos impulsionarão de fato para o próximo.

Ola AmoreCruz, obrigado pela sua visita, creio ser a primeira vez que comentas aqui no ócio.

Duas coisas em relação ao teu comentário:
1 - o fato da marcha acontecer em todo mundo não quer dizer que seja uma manifestação com sabedoria. as primeiras marchas que aconteceram, tiveram propósitos e significado.

2 - concordo plenamente com você, sempre tem aqueles que fazem acontecer e aqueles que ficam na arquibancada. Não estou me opondo a marcha, estou perguntando pelo significado e relevância dela. O conselho de pastores está apresentando isso como uma mudança espiritual significativa na cidade de Joinville. é o que veremos, são os frutos da marcha que dirão se ela valeu a pena ou não, como já disse, espero estar errado! Sobre o ponto positivo da Marcha, já falei no texto e nos comentários acima!

paz

Cha disse...

Amados irmãos, paz seja com vocês. A Marcha não é um evento por si só, se fosse não teria sentido. O diálogo entre denominações (para unir a Igreja) começou antes e continuará após a Marcha. A ação social idem (lembram da Noite Solidária, Centreventos, Dezembro), agora arrecadaremos agasalhos, futuramente será doação de sangue. Idem para as orações e clamor por Joinville. Marcharemos com propósitos (os mesmos da primeira, de Londres, 1987), com ação, com continuidade. Marcharemos para engrandecer exclusivamente ao nome de Jesus. As bandas louvarão junto conosco. Visitem o blog oficial da Marcha, leiam com atenção. Lá estão informações sobre o que é, quais os propósitos, base bíblica, detalhes e muito mais. Deus abençoe a todos.

http://www.marchaparajesusemjoinville.com.br/blog/

Cha disse...

A caixinha de comentários parece pequena, rs. Não estamos imitando a Parada Gay. A Marcha para Jesus em Joinville é algo antigo (1997). Os propósitos são diferentes, aliás, opostos. Quem imita a Deus em tudo, nunca conseguindo, é o diabo. O povo de Deus não vai marchar imitando o mundo, pois é a Luz do mundo, vai Marchar para louvar a Deus e abençoar esta cidade, com fé e com ação. Vai Marchar para mostrar que somos um povo alegre e que esta alegria não vem de drogas, badernas, nem bebedeiras.

http://www.marchaparajesusemjoinville.com.br/blog/motivos

Cha disse...

Cabe aqui um último comentário. A Marcha nada mais é do que um culto ao ar livre. É (mais uma) oportunidade de celebrar com os irmãos de toda a cidade, de louvar, de orar etc. A diferença é que não teremos as paredes dos templos nem as barreiras das denominações. Se você já cultua a Cristo todos os dias em sua casa e em sua comunidade, não fique em casa, junte-se a nós neste grande dia. Fiquem com Deus, e para quem for, até lá.
http://www.marchaparajesusemjoinville.com.br/blog/marcha/base-biblica

Rodrigo de Aquino disse...

Olá Cha,

Obrigado pelo convite!

Volte sempre!

Rodrigo

Agnaldo Gomes disse...

Moro em São Paulo e nunca fui à uma Marcha Para Jesus.
Não critico quem vai, mas acho que o post fala quase tudo que acho sobre a Marcha.
É positivo no sentido de unir as várias denominações, porém não vejo como uma manifestação que vá trazer mudanças necessárias para o crescimento da Igreja de Cristo.
Que Deus abençoe a todos,
Agnaldo Gomes publicou um post sobre.. Deus Não Quer Você no Culto!

Rodrigo de Aquino disse...

Olá Agnaldo,

obrigado pela sua visita e opinião!

Eduardo disse...

A paz meus irmãos, li todos os posts, e vejo como uma simples questão incendeia um blog, na minha opinião vejo a marcha como algo que foi idealizado e montado para unir denominações em oração mutua pela cidade de joinville. Agora me corrijam se eu estiver equivocado... Seria irrelevante unir pessoas para orar ? Seria irrelevante convidar pessoas a orar ? Seri irrelevante adorar ao Senhor mutuamente em publico e em grande quantidade de pessoas?
Por favor, para aquelas pessoas que venham a pensar em algum momento que a marcha vem simplesmente como uma "REVANCHE" a adversidade, devo lembrar-lhes que oração e comunhão são bases primordiais na união em Cristo.
Então Senhores e Senhoras para concluir vejo a marcha em si como uma grande união de denominações para orar e adorar ao Senhor, e ainda digo mais se alguem acha que este não e um proposito suficientemente necessário em nossa comunidade conturbada, sinceramente não sei o que seria.
A paz a todos.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...