sábado, 14 de novembro de 2009

2012 - A Evangelização



Há dois anos criei o panfleto A Morte do Coringa, onde refletia sobre a morte do ator Heath Ledger. Esse panfleto foi entregue nos cinemas depois das exibições do filme O Cavaleiro das Trevas. Foi uma experiência interessante e acredito que deu resultados, imagino alguém regando e outro colhendo.
Agora eu escrevi o panfleto 2012, onde falo sobre o filme, as previsões maia do fim do mundo, enfim, tento gerar uma pequena reflexão. Esse não será entregue nas sessões de cinemas, quem sabe, mas em escolas, universidades, terminais de ônibus, etc.
Conto com as vossas orações para que mais uma vez esse projeto possa gerar uma reflexão e porque não uma metanóia...

agradeço ao amigo Elinéias Fabrício que fez a arte do panfleto.

PS - Se você quiser evangelizar com esse panfleto, entre em contato comigo no rodrigo@formulados.com.br que eu lhe mando o arquivo em cdr. ou em jpg. Vamos evangelizar, creio que entregar esse panfleto pode ser uma boa abordagem.

Segue o texto do panfleto...

Mais uma vez o diretor de cinema Roland Emmerich (O Dia Depois de Amanhã) acaba com o mundo. Em seu novo filme, 2012, o planeta é destruído por catástrofes naturais: como fissuras tectônicas, maremotos, erupções vulcânicas, etc. Com efeitos especiais de primeira, o filme cataclísmico mostra o desespero da humanidade tentando escapar da fúria da natureza.
Por que 2012? Cientistas têm afirmado que, em 2012, o planeta poderá ser alvo de tempestades solares nunca antes experimentadas, e isso causará grandes danos à humanidade. Mas o que intriga mesmo e tem despertado filmes, documentários, debates, etc, é que o calendário da antiga civilização Maia acaba em 21/12/2012 e sua cosmologia prevê o fim deste ciclo solar com tormentas solares, teoria ratificada por nossos cientistas contemporâneos.
Mesmo assim, não podemos afirmar que 2012 será o fim do mundo, pois essas profecias e teorias não possuem precisão, mas elas podem nos servir de aviso...

No verso

O aviso claro e evidente é que estamos destruindo a nossa própria casa e seja em 2012 ou em qualquer outra data, a natureza irá dar a sua resposta final a ação degradante do ser humano. Por isso, a preservação deve começar com pequenas atitudes, como: economizar água; reciclar o lixo (jogar lixo no lixo), descartar corretamente pilhas, baterias, óleo de cozinha, etc. São coisas simples que se todos nós praticarmos, poderá fazer alguma diferença no meio ambiente!
Porém, o aviso mais importante que vejo nisso tudo é que: o fim do mundo para mim ou para você pode ser a qualquer momento. Ninguém sabe o dia de sua morte! Nesses filmes catástrofes sempre tem um personagem tentando se reconciliar com alguém ou concertar algum erro do passado enquanto o mundo vai se acabando. Eu e você talvez não tenhamos essa chance, por isso, para manifestarmos amor e doarmos perdão não podemos esperar ou deixar para depois, temos que fazer agora, motivados por uma atitude nobre e corajosa da nossa parte, pois como diz a canção “quem sabe faz a hora, não espera acontecer”.
E não podemos deixar para a última hora o nosso relacionamento com Deus, pois o bom relacionamento com ele é a base de todos os demais relacionamentos. Ele até pode nos salvar no último minuto, mas Ele não quer só os momentos finais da nossa vida, Ele quer construir uma história inteira conosco, e ela começa aqui, neste planeta. Não podemos fugir de Deus e de seu amor, pois fomos programados para Ele.
Não resista, entregue-se a Ele – quando? – hoje, pois amanhã poderá ser tarde...

Para saber mais, acesse www.formulados.com.br/2012 (o portal formulados existe, mas o /2012 será criado durante a semana!)
Por Rodrigo “Bibo” de Aquino
Autor do livro Rascunhos da Alma, Editora Refidim.

Um comentário:

Willian Rochadel disse...

uau mano!
Não sabia que havia sido você que tinha criado o panfleto da Morte do Coringa, foi altas ação, me lembro da repercussão.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...